Uncategorized
by Gabriele on December 10, 2021

PIX é confiável?

As facilidades para pagamento têm sido desenvolvidas por todas as instituições financeiras, com o intuito de ajudar os clientes a vender e a comprar rapidez. Dentre essas novas facilidades, o PIX é o que, de fato, tornou-se praticamente universal em pouco tempo.

Todas as instituições bancárias têm oferecido o PIX e, recentemente, até novas opções foram criadas, como o PIX Saque.

Tudo isso tem a supervisão do Banco Central para ser assegurado que todas as transações desse tipo são protegidas. Porém, é claro que algumas pessoas têm dúvidas sobre o PIX e não conhecem bem essa forma de pagamento e até de recebimento.

Apesar de ser difícil, ainda é possível encontrar quem não tenha uma chave PIX cadastrada e até estabelecimentos que não aceitam pagamento em PIX. Tudo isso parece um pouco arcaico, mas tratam-se de pessoas que não se sentem seguras com esse recuso, especialmente por não o entenderem por completo.

É para resolver isso que este material vai explicar com clareza tudo o que o PIX proporciona, se ele é mesmo seguro, como se cadastrar e, sem dúvida, os seus contras também.

 

O que é o PIX?

O PIX é uma tecnologia que permite fazer pagamentos sem nenhum tipo de taxa: diferente das transferências TED e DOC, o PIX não cobra absolutamente um centavo para quem recebe e para quem faz o pagamento, sendo esse um dos seus principais chamarizes.

Contudo, o PIX também é amado pelas pessoas opor outra razão: o pagamento imediato.

Quando alguém realiza um PIX, a conta do destinatário recebe a quantia em poucos segundos, já podem do usar o dinheiro. Mais uma vez, é algo bem mais rápido do que as transferências, que precisavam de um tempo para ser compensadas e cujo tempo variava, de acordo com o dia útil.

Sendo assim, é claro que o pagamento via PIX passou a ser a preferência dos lojistas e dos prestadores de serviços, sem contar que enviar dinheiro para um amigo ou familiar ficou instantâneo.

Para que as pessoas enviem ou recebam um PIX, elas devem ter chaves registradas e isso pode ser feito pelo Internet Banking ou app do banco. Inclusive, existem opções de chaves, como:

 

  • E-mail
  • Telefone celular
  • Chave aleatória
  • CPF ou CNPJ

 

Aliás, cada usuário pode cadastrar mais de uma chave, sendo recomendado que o CPF seja concedido apenas quando o PIX será feito por alguém de confiança. Já para pessoas menos conhecidas, as outras chaves costumam ser mais indicadas.

Para ilustrar melhor, os prós e os contras do PIX estão a seguir:

 

Prós

  • Totalmente de graça
  • É compensado na mesma horta
  • Permite a escolha de chaves de acordo com o nível de privacidade que se deseja
  • É regulamentado pelo Banco Central
  • É oferecido por todos os bancos

 

Contras

  • Apesar do alto geral de proteção, a chave aleatória do PIX é longa demais

 

O PIX é confiável?

Mesmo com praticamente todo o país usando o PIX e milhares de estabelecimentos apostando nele como forma de pagamento, nem todas as pessoas se sentem à vontade para fazer esse tipo de transação.

Porém, há muitos motivos pelos quais o PIX é confiável e eles estão a seguir:

 

  • Regulamentado pelo Banco Central

O funcionamento do PIX não depende apenas dos bancos. Caso contrário, seria apenas mais um serviço do setor e não traria benefício efetivo. Na realidade, quem determina como o PIX funciona é o Banco Central, sendo ele que também exige das instituições bancárias providências para que as transações sejam seguras.

 

  • Tudo é criptografado

Todos os envios e recebimentos do PIX são criptografados, o que quer dizer que ninguém fica sabendo nada sobre a transação. Apenas quem enviou a quantia e quem a recebeu têm acesso à informação e isso faz com que a privacidade dessa forma de pagamento seja total.

 

  • Dá para ficar sabendo na hora se o PIX “caiu”

Quem nunca passou pela situação de ficar esperando por uma transferência ou depósito e, depois de o tempo necessário ser completo, perceber que houve algum problema na transação?

Com o PIX, isso é impossível: demora segundos para que a conta bancária registre que uma transferência desse tipo foi feita e, se a quantia não chegar, é possuem já entrar em contato com o pagador ou com o banco imediatamente.

 

  • Você decide quais informações de depósito quer fornecer

Com o PIX, você tem total liberdade para especificar qual é o tipo de chave que quer fornecer aos pagadores. Sendo assim, ninguém fica sabendo seu CPF ou seu telefone se você não quiser.

Quando o pagamento era feito por transferência comum ou depósito, não era possível definir essa privacidade porque tinha de esse fornecer sempre a conta bancária.

 

De acordo com todas essas coisas, o PIX é um serviço financeiro completamente confiável, não importando qual banco você use.

 

Como usar o PIX

Mais uma das coisas a favor do PIX e que ajudou a fazer com que o seu uso se disseminasse tão depressa é que é muito fácil fazer um pagamento com esse recurso.

Para começar, é necessário criar uma chave PIX e isso é disponibilizado no Internet Banking e no aplicativo de todos os bancos. É só acessar e procurar pela opção PIX, informando os dados que se quer usar como chave.

Caso você nunca tenha usado PIX, é possível que o seu banco peça, por conta própria, que você cadastre uma chave ao menos.

Depois, para você fazer algum pagamento usando PIX, há diferentes caminhos, de acordo com as abas do Internet Banking ou do aplicativo.

No geral, é preciso:

 

  • Clicar em PIX
  • Clicar no contato para o qual se quer pagar ou registrar um contato novo
  • Informar a chave de identificação
  • Confirmar o nome do destinatário
  • Digitar o valor

 

Vale destacar que não dá para fazer PIX em agências: novamente, ele funciona de maneira diferente dos depósitos, uma vez que só é possível fazer o PIX no Internet Banking ou no app. Na realidade, nem mesmo os caixas eletrônicos dão essa opção ao correntista.

Já para o recebimento do PIX, não é preciso fazer nada: é só cadastrar previamente as chaves desejadas, fornecer à pessoa que vai pagar e aguardar pelo recebimento.

No extrato bancário, você verá o aviso “PIX RECEBIDO”, o valor e quem foi o destinatário. Se você tiver habilitado as notificações do seu app bancário, surgirá uma notificação informando o valor do PIX, mas não o destinatário.

Se houver necessidade, você pode modificar as suas chaves PIX. Por exemplo: se o seu telefone mudar e ele for uma das chaves, é só acessar o ambiente virtual do seu banco e fazer a mudança.

 

PIX Reclame Aqui

O Reclame Aqui é tradicional por reunir para os consumidores as principais queixas que são feitas sobre qualquer serviço ou produto. Inclusive, uma vez que o uso desse site é totalmente gratuito, as pessoas costumam não perder tempo quando se trata de registrar alguma reclamação ali.

Para quem consulta o Reclame Aqui, essa é uma ferramenta confiável para se evitar diversos tipos de dores de cabeça, como roubos insatisfação com qualidade e muito mais.

Com isso, é natural questionar: o PIX está no Reclame Aqui? Quem acessa o site pode ver alguma queixa sobre esse serviço bancário?

De fato, existe, sim, uma página sobre o PIX no Reclame Aqui e ela elenca algumas queixas de quem recebeu ou fez um pagamento desse tipo.

Entretanto, é necessário ressaltar que as avaliações que estão no site sobre o PIX estão um pouco equivocadas: o problema não é a tecnologia do PIX, mas sim a seriedade de alguns sites.

Como falado, o Banco Central gerencia o PIX, mas apenas no tocante a outras instituições bancárias. No entanto, muitas lojas passaram a também a permitir que os seus consumidores façam as compras com o PIX e nem sempre essas empresas são sérias.

Por causa disso, existem situações em que o cliente faz o pagamento usando essa tecnologia, mas o produto não é mandado. Nesse caso, a reclamação não tem nada a ver com o pagamento, mas sim com a conduta da loja.

Uma vez que os consumidores sejam criteriosos com relação ao destinatário do seu PIX e que o computador e dispositivo móvel onde a transação seja feita esteja seguro, não existe nenhum perigo.

 

PIX tem aplicativo?

Não existe um aplicativo exclusivo do PIX e estar informado a esse respeito é muito importante para que as pessoas não sejam vítimas de golpes.

O PIX é uma tecnologia de pagamento que já está embutida no aplicativo de cada banco, bastando localizá-la no menu do app ou do Internet Banking.

Sendo assim, não é preciso fazer a instalação de nenhum aplicativo extra para conseguir pagar ou receber dessa maneira.

É importante salientar que mesmo que o aplicativo pareça ser do seu banco, é uma fraude: absolutamente nenhuma instituição bancária cria um app apenas para a realização de PIX e essa, infelizmente, é mais uma artimanha dos hackers a fim de roubar dinheiro e acesso a informações.

É fundamental estar atento a qualquer suposta divulgação de aplicativos para PIX, seja por e-mail, seja por essas aplicações estarem na loja de app.

No caso de o aplicativo do banco não mostrar a opção PIX, é preciso atualizá-lo ou, se for o caso, pedir ajuda ao suporte oficial do banco.

 

O PIX é golpe?

A realidade é que o PIX não é um golpe, mas que pessoas mal-intencionadas podem usar essa excelente ferramenta de pagamento de maneira escusa.

Acontecendo isso, é necessário reafirmar: a “culpa” não seria do PIX e sim de quem o está utilizando.

Mesmo assim, não é preciso que se deixe de usar esse recurso: basta ficar atento para perceber se a transação pode ser um golpe.

Algumas maneiras de fazer PIX com muito mais segurança são:

 

  • Tomar cuidado com empresas pequenas

É claro que milhões de empresas pequenas são muito sérias, mas as lojas de menor porte costumam ser mais usadas para o golpe do PIX. Por isso, no caso desses estabelecimentos, a dica é usar outras formas de pagamento ou ser muito criterioso a respeito da pesquisa sobre a loja.

 

  • Manter comprovantes

O aplicativo do banco sempre fornece a opção de compartilhar o comprovante do PIX ou de o salvar na galeria e é indicado fazer o armazenamento.

 

  • Não demorar a fazer contato com o banco em caso de golpe

Se houver confirmação de que o PIX foi usado para um golpe, é fundamental entrar em contato com o banco e mostrar o comprovante de pagamento.

 

Conclusão

 

O PIX tem sido a forma mais prática de milhões de pessoas físicas e jurídicas fazerem pagamentos e, claro, receberem quantias em dinheiro.

Com o seu aspecto imediatista, o PIX permite que o dinheiro seja recebido na hora, o que é uma vantagem enorme sobre outras transações bancárias mais tradicionais, como a transferência e o depósito.

Não é precis0p pagar para fazer um PIX e o banco também não “retira” comissão nenhuma a cada pagamento desse tipo que é recebido.

Como conclusão, é possível apontar que o PIX é muito seguro, que o Banco Central o regulamenta e fica a par de todas as eventuais possibilidades de golpes e que vale a pena para clientes e empresas usarem essa tecnologia de pagamento.

No caso de o consumidor ainda ter dúvidas, as agências bancárias têm pessoal especializado que pode explicar tudo sobre o PIX.

 

Perguntas frequentes

 

Posso usar o PIX para pagamentos internacionais?

Atualmente, o PIX só é permitido no caso de as duas contas bancárias envolvidas serem nacionais. Entretanto, as autoridades brasileiras já declararam que, nos próximos meses, a intenção é fazer com que essa ferramenta de pagamento sirva para pagamentos para fora do país.

 

Posso remover o PIX feito?

Não. Assim como acontece com as transferências e os depósitos, não é possível reverter a transação bancária. Assim, o dinheiro que foi para a conta da outra pessoa só voltará se for devolvido.

 

O que fazer se o PIX estiver errado?

É preciso tentar contato com o destinatário (se ele for conhecido) ou com o banco.

Comments (0 comment(s))