Uncategorized
by Gabriele on April 28, 2022

Máscara Knit é confiável?

Atualmente existem muitas opções de lojas online no mercado e-commerce, mas qual é a melhor delas? Essa é uma pergunta que os clientes de compras na web, desde os mais experientes até os mais novos, fazem todos os dias, afinal, comprar na internet pode envolver vários riscos se você não souber analisar se a loja é de confiança..

A Máscara Knit é uma loja que ganhou muito espaço no mercado nacional  nos últimos anos. Ela tem sido a escolha de muitas pessoas interessadas em compras de máscaras e outros artigos. Mas a Mascará Knit é realmente confiável? ?Veja nosso texto.

 

Conheça a Máscara KNIT

Máscara Knit é confiável?

A Máscara de Fibra KNIT  foi projetada com formato anatômico que se adapta ao rosto, garantindo proteção do nariz e da boca. A máscara é composta por fibras de garrafas PET e combina sustentabilidade com proteção efetiva em um único produto.

 

Desenvolvida no Brasil, ela é  flexível,  resistente e com uma única alça que a torna ainda mais confortável, uma vez colocada ela se prende facilmente ao rosto, evitando o contato das mãos com a máscara, o que não é recomendado por especialistas.

 

Ela também possui um clipe nasal de silicone que veda a parte superior do nariz e evita o embaçamento dos óculos. É uma excelente opção para quem faz exercícios físicos.

 

Com um design totalmente inteligente, a Máscara KNIT está disponível online nos tamanhos M e G e nas cores preto, cinza, verde limão e rosa. Compre a sua e combine proteção, qualidade e beleza em um único produto,  sua Máscara KNIT.

A máscara KNIT é famosa por suas características e acessórios que oferecem proteção  e  conforto adicionais ao usuário e ajudam quem não gosta de colocá-las nas orelhas.

A KNIT foi fundada pelos empresários sulistas Pedro e Henrique. Zorzi, que, segundo informações do site do Grupo Globo Pequenas Empresas e

Grandes Negócios, estava faturando 6 milhões de reais por mês com o negócio em maio de 2021.

Ao visualizar a situação cadastral  da empresa no CNPJ, ela ainda aparece como Ativa, inaugurada em 20 de maio de 2019 e está sediada no município de Novo Hamburgo,  estado do Rio Grande do Sul.

Ambos os sites  (knit.com.br e mascaraknit.com.br)   são registrados em nome da empresa cujo responsável seria Pedro Zorzi.

 

Máscara Knit é golpe?

Apesar do sucesso desses anos de pandemia, os últimos meses não parecem  ter sido muito agradáveis ​​para os clientes diretos da empresa, com vários relatórios do Reclame Aqui, por exemplo, mostrando que as compras na loja oficial da marca – a partir de outubro de 2021 – não foram entregues.

Além de não receber o pedido, os usuários reclamaram de problemas para entrar em contato com a empresa, o que tem dificultado a ação dos usuários.

A última reclamação abordada foi há 8 dias, antes disso as respostas eram até 24 dias atrás, as respostas são praticamente idênticas em todos os casos e relatam a mesma causa.

De acordo com o suporte da KNIT nesses casos, a empresa experimentou “um erro sistêmico que causou atraso no envio de alguns pedidos” e afirma que em breve o consumidor receberá  seu código de rastreamento, que é a mesma mensagem padrão enviada por e-mail, Instagram e Bate-papo.

 

De acordo com o suporte da KNIT nesses casos, a empresa enfrentou “um erro sistêmico que causou atraso no envio de alguns pedidos”. Eles afirmam que, em todos os casos,  o consumidor recebeu  seu código de rastreamento, que é a mesma mensagem padrão enviada por e-mail, Instagram e bate-papo.

 

Um dos usuários afetados pelo atraso do KNIT diz que comprou produtos da empresa em outubro do ano passado e eles foram entregues a ele na ocasião, mas passou um mês desde sua última compra e nada chegou.

 

Ao abrir o site da Loggi Carrier. No entanto, nenhum código de rastreamento foi relatado. Ao clicar em Ver pedido, você será levado à página inicial da loja.

 

Ao verificar o e-mail de confirmação do pedido, verifica-se que o e-mail do remetente possui o domínio oficial – @knit.com.br – ou seja, está excluída a possibilidade de utilização de  site de terceiros ou URLs enganosas e maliciosas.

 

Quando pesquisamos com o KNIT, mas não conseguimos encontrar uma maneira de falar diretamente com a empresa, tentamos enviar um e-mail para o endereço de e-mail de suporte da empresa, que retorna com uma mensagem automática, informando que o canal foi desativado.

 

A solução está, como diz a mensagem do email, no chat direto pela página oficial da Máscara Kinet, seguimos a rota informada mas a página do formulário de  contato dá acesso negado, com a justificativa no final de que a página que você está usando é um serviço de segurança. para proteger contra ataques cibernéticos.

 

O que fazer nesse caso?

 

Durante a investigação, fica claro que a empresa manteve suas entregas até certo ponto no ano passado, mas a partir de certo momento começou a prejudicar os consumidores: deixar de fornecer seus produtos.

Mas o que o cliente pode fazer para se proteger e garantir assim sua  indenização?

Para quem ainda não comprou um produto KNIT mas queria comprar, a recomendação no momento é comprar de terceiros que antes conseguiam comprar  produtos e vendê-los por meio de plataformas confiáveis ​​- como Mercado Livre e Shopee, que garantem o reembolso facilitado do valor pago em caso  de problema.

 

Procure também o atendimento especializado, seja o Reclame Aqui ou até mesmo o Procon da sua região, caso tenha comprado o produto e não tenha recebido nada

 

.Se você continuar sendo prejudicado, então vale a pena fazer valer seus direitos na justiça para pleitear o dano econômico e até mesmo o dano moral, já que houve perda de tempo produtivo e outros inconvenientes.

 

Você pode garantir também o cumprimento  da oferta ou por meio de outro produto equivalente ou ainda “reembolso antecipado de qualquer valor” com acréscimos relativos a perdas e danos e correções monetárias.

 

Confira algumas dicas de como evitar cair em golpes nas compras online

 

  • Verifique a elegibilidade da empresa

 

Verifique os dados comerciais da empresa de comércio eletrônico. Os canais virtuais de vendas devem disponibilizar dados como nome da empresa, endereço, telefone e CNPJ, preferencialmente em sua página inicial. Desconfie de sites que não seguem essa regra.

 

  • Descarte empresas sem nenhum contato.

Verifique os detalhes de contato. Quanto mais fácil for encontrar números de telefone, endereços e endereços de e-mail para entrar em contato com o comércio eletrônico, fazer perguntas ou encaminhar problemas, mais confiável será o site  e menor será a probabilidade de você se tornar uma vítima. Alguns sites oferecem até chat online onde você pode conversar com um agente em tempo real.

 

  • Preste atenção à qualidade dos textos.

Verifique o site em busca de evidências de fraude. Erros de português e fotos de baixa qualidade são bons indicadores de sites que não são adequados, são feitos de forma amadora e são projetados exclusivamente para enganar as pessoas. Preste atenção .

 

  • Cuidado com a certificação digital.

Verifique as certificações digitais para evitar fraudes. Lojas virtuais que se preocupam com a segurança de seus clientes buscam  selos de segurança e certificações digitais que protegem os dados fornecidos pelos clientes. Verifique se a página inicial contém essas informações. Além disso, os endereços de sites de comércio eletrônico devem começar com “https” e não com “http”.

 

  • Conheça a reputação da empresa

Saiba o que estão falando sobre a empresa. Se você tiver dúvidas sobre e-commerce, verifique a elegibilidade do site junto a órgãos de defesa do consumidor como o Reclame Aqui. Por exemplo, o Procon mantém uma lista de empresas que você recomenda.

As redes sociais também são uma ótima ferramenta para saber se há alguma reclamação sobre esses serviços e para obter a opinião de outros consumidores.Você pode encontrar avaliações de clientes e avaliações com estrelas nas páginas da empresa no Facebook, ver se a empresa está respondendo aos comentários deixados pelo público e se está tomando medidas para resolver os problemas  relatados.

 

  • Leia as políticas do site.

Você não conhece apenas as medidas de segurança, mas também o sistema de troca e devolução. Quanto mais seguro você estiver, melhor será sua compra e mais protegido  seu CPF. Use dispositivos seguros.

 

  • Use conexões e dispositivos seguros.

Utilize o seu próprio computador ou smartphone. Nunca compre virtualmente através de computadores de outras pessoas ou em redes Wi-Fi públicas, isso só aumenta a probabilidade de agentes mal-intencionados.

 

  • Evite promoções extravagantes

Se o preço de  um determinado produto for tão tentador que você  não consiga parar de comprá-lo, pare, respire fundo e não compre. Preços muito baixos podem ser um sinal de tentativa de golpe

 

  • Imprima ou salve no seu computador as telas que mostram que a compra foi feita.

Anote os códigos de confirmação e salve os e-mails que chegam na sua caixa de entrada com os detalhes da transação, eles podem ser úteis no futuro, não se esqueça: CPF Verificar regularmente o seu CPF é uma boa forma de evitar perdas por fraude. Você pode consultar seu CPF gratuitamente com o Serasa Consumidor, ou contratar o Serasa Antifraude, que enviará uma mensagem toda vez que seu CPF for verificado ou quando o  der negativo ou participando de negócios.

 

-Peça Recomendações

 

Não pense duas vezes em pedir recomendações a familiares e amigos, principalmente aqueles que já têm o hábito de fazer compras online.

Comments (0 comment(s))