Uncategorized
by Gabriele on February 24, 2022

Litelink é confiável? Vale a pena?

O desemprego, infelizmente, está dentre os problemas que milhões de brasileiros enfrentam e é por isso que uma prática bem comum passou a ser a de procurar por trabalho usando sites, como o Litelink.

De fato, há muitos sites especializados em divulgar quando empresas estão fazendo contratações e, mais que isso, alguns até recebem as inscrições para as vagas.

O grande problema é que algumas pessoas mal-intencionadas têm tirado proveito do fato de muitos desempregados estarem chegando ao desespero devido à necessidade de alimentar a sua família e, por isso, estão criando sites falsos de emprego.

Nesses sites, várias oportunidades de trabalho são disponibilizadas, algumas até mesmo com lista de benefícios, mas a verdade é que se tratam de sites enganosos, sendo o Litelink um dos mais vistos ultimamente.

É por causa disso, inclusive, que muita gente começou a deixar públicos os seus relatos a respeito de golpes envolvendo essas vagas falsas de trabalho.

Conheça mais sobre o Litelink e veja como se manter a salvo desse golpe.

 

O que é o Litelink?

Litelink é confiável

O Litelink é um site que tem como objetivo mostrar aos internautas quando há processos seletivos em empresas de todos os tipos.

À primeira vista, esse site estaria fazendo um favor aos desempregados: eles podem acessá-lo de maneira gratuita, informar-se sobre vagas abertas e aumentar as suas probabilidades de retornar ao mercado de trabalho.

Entretanto, a realidade é que esse tem sido o principal site de empregos falso que se pode ver na Internet, principalmente no Facebook.

Muitos usuários da rede social veem publicações com esse site, indicando que ele mostra vagas de emprego e convidando-os a acessá-lo.

Depois de a pessoa usar o Litelink, ela percebe que se trata de um site falso, com o intuito de ficar com informações sobre os internautas e até de colocar vírus espiões nos dispositivos usados.

Apesar da presença comum desse site no Facebook, há quem encontre o Litelink de outros meios, sendo recomendado como publicidade em outras páginas.

No caso do Facebook, as publicações sobre o Litelink se multiplicam porque é como um vírus: cada um que abre o link achando que vai encontrar informações a respeito de empregos acaba replicando-o, mesmo sem querer, e fazendo com que outros internautas façam o mesmo.

É importante salientar que, muitas vezes, nem mesmo o dono do perfil na rede social sabe que, em sua linha do tempo, está aparecendo o site Litelink como publicação compartilhada.

 

Por que tantas pessoas se atraem pelo Litelink?

Há uma razão especial para que praticamente todas as pessoas que veem anúncios do Litelink queiram acessá-lo: a crença de que encontrarão ali o emprego do qual estão precisando.

Afinal, o Litelink garante que reúne diversas oportunidades profissionais e que, acessando-o, os trabalhadores ficam a par dos maiores processos seletivos disponíveis.

Contudo, existe uma outra razão para os usuários do Facebook confiarem tanto: é que, enquanto se trata de uma publicação compartilhada, não parece que se trata de um site falso.

Na verdade, demora um pouco para que os usuários percebam que não é um site de empregos, apesar de as pessoas mais experientes na Internet notarem “de cara” que é um site fake.

As pessoas que desenvolveram o Litelink tomaram cuidado para que, à primeira vista, ele não chame a atenção por parecer falso. O fato de ser uma pessoa conhecida, da sua rede de amigos, que posta o link do site colabora para que os internautas tenham confiança e o acessem.

Todas essas coisas fazem com que o Litelink acabe sendo cada vez mais visto e, infelizmente, que ele engane mais e mais internautas, que acham que estão usando uma boa ferramenta para encontrar emprego.

Felizmente, um número grande de internautas também já percebeu que esse site não é confiável e que é preciso ter muita cautela, alertando às pessoas sobre o Litelink quando aparecer publicação sobre ele.

 

Tem como sanar as consequências depois de ter acessado o Litelink?

O maior problema de quem acessa o Litelink é que ele permite que criminosos cheguem aos seus dispositivos e, dessa maneira, acabem acessando informações pessoais, contas bancárias e outros.

Também é comum que senhas de redes sociais sejam roubadas e que o dispositivo fique bastante lento. Afinal, há mais pessoas o utilizando, mesmo que o internauta, em um primeiro momento, não saiba disso.

A pergunta que muitos internautas se fazem é se existem meios de sanar as consequências de quando se acessa o Litelink e a resposta é: depende.

Se os criminosos conseguiram acessar dados bancários, pode ser que o dinheiro perdido não possa ser recuperado. Inclusive, são pouquíssimos os casos em que as vítimas são ressarcidas, apesar de acontecer.

Com relação ao roubo de senhas de redes sociais e coisas semelhantes, é preciso apenas mudar o acesso, mas é claro que pode ser que os criminosos já tenham se comunicado com os seus contatos.

Já a respeito dos dispositivos lentos devido ao acesso não autorizado dos criminosos, a solução é formatar por completo todo o smartphone, tablet ou computador, sem deixar nenhum arquivo para ser recuperado.

Com essas ações, o internauta que foi prejudicado ao clicar no Litelink pode minimizar os problemas decorrentes desse site de empregos falso.

 

Há reclamações no Reclame Aqui?

Ao buscar por Litelink no Reclame Aqui, encontram-se reclamações a respeito do site enganoso de emprego. Na reclamação, a pessoa destaca que o seu dispositivo, assim como a sua página no Facebook, ficou repleto de vírus e que tudo teria acontecido pelo fato de ter clicado no link do site Litelink.

Inclusive, a pessoa diz que fez a reclamação também ao próprio Facebook, solicitando que seja feito um controle a respeito das publicações com divulgação desse site, mas que a rede social não fez nada sobre o assunto.

Alguém que parece responder pela rede social registrou uma réplica à reclamação dessa pessoa e, ao que tudo indica, a sua intenção era a de explicar a razão pela qual o Facebook não faz a remoção do link.

Cabe salientar que a empresa Litelink não tem um perfil no Reclame Aqui, ou seja, não existem avaliações a respeito dela e nem uma indicação sobre ela ser confiável.

No entanto, não é preciso isso: considerando que tantas pessoas já relataram que o acesso ao Litelink causou diversos problemas, não há dúvidas de que esse site foi desenvolvido exclusivamente para enganar pessoas que estão buscando por empregos e que, infelizmente, tornam-se um pouco crédulas.

 

Como descobrir se o site é igual ao Litelink

O fato de o Litelink ser um site muito perigoso e que serve somente para atrair pessoas e gerar golpes, é muito importante saber identificar quais outros sites têm a mesma finalidade e, assim, não ser prejudicado como a pessoa que registrou a queixa no Reclame Aqui.

Por isso, veja algumas coisas que permitem desconfiar de que um site de empregos não é sério:

 

  • Contato rápido demais

Todo mundo quer ser contatado quando se candidata a uma oportunidade de emprego. Entretanto, quando esse contato é rápido demais, dá a entender que alguém responsável pelo site estava apenas esperando a “isca ser mordida” para dar início ao golpe.

 

  • Cobrança financeira

Infelizmente, não é difícil encontrar vagas que pedem que as pessoas depositem alguma quantia para cobrir documentação ou para adquirir material preparatório, etc.

Todas essas coisas são indicativos sérios de que a vaga, na verdade, é um golpe. Afinal, não deve haver cobrança nenhuma por parte dos empregadores, mesmo quando ainda se está em fase de processo seletivo.

 

  • O site não parece bem feito

Um sinal de que o site é fraudulento é quando você o acessa e, em vez de aparecer logo a informação relacionada à vaga de emprego, surge um site que não parece ser bem redigido ou bem estruturado.

Quando o site é verdadeiro, há bastante preocupação com a forma como ele se apresenta ao internauta. Porém, quando é apenas uma fraude, não se percebe tanto cuidado nesse sentido, o que é positivo porque acaba alertando o internauta.

 

Sempre que qualquer um desses indícios for notado, é importante não conceder qualquer informação ao site, nem mesmo Whatsapp ou e-mail.

 

É responsabilidade do Facebook?

Considerando que o Litelink está muito presente no Facebook e que boa parte das pessoas que são enganadas com vagas de emprego falsas são usuárias da rede social, muito se vê a discussão sobre responsabilizá-la ou não.

Inclusive, é preciso se lembrar de que a própria pessoa que fez a reclamação no Reclame Aqui deixou claro que viu o Litelink na rede social. Sendo assim, será que o Facebook deveria ser mencionado como responsável?

Na realidade, a rede social deixa os seus usuários livres para fazer as postagens que desejarem, existindo uma democracia a respeito da forma como as pessoas mantêm a sua linha do tempo.

Sendo assim, é claro que o Facebook não pode ser responsabilizado se alguém decide usar a sua página para divulgar um site que é falso.

No entanto, a verdade é que a rede social poderia ser mais ativa com relação à retirada das publicações que indicam o Litelink, justamente com a finalidade de evitar que mais pessoas sejam enganadas.

Infelizmente, não se tem previsão de que o Facebook seja mais ativo na retirada dos links; por isso, é necessário que os próprios internautas fiquem mais atentos com relação aonde clicam e, mais do que isso, que não confiem no Litelink e nem em sites semelhantes de vagas de empregos.

 

Considerações finais

A Internet se transformou em uma ferramenta importante para quem está em busca de trabalho e, recentemente, até as redes sociais passaram a ser usadas por quem divulga emprego e por quem está desempregado.

É claro que isso seria muito positivo, levando em conta que bilhões de pessoas têm perfis no Facebook, por exemplo, fazendo com as chances de alguém achar o trabalho dos sonhos se multiplicassem muito.

Entretanto, o que tem acontecido é exatamente o contrário: há milhões de pessoas que têm sido vítimas de uma série de hackers, que desenvolveram sites mal-intencionados, dentre eles, o Litelink.

À primeira vista, parece que se trata de um site que indica oportunidades de trabalho; ao acessá-lo, vê-se que não é um site bem-estruturado, o que logo denuncia que não é sério.

Infelizmente, milhares de pessoas estão sendo prejudicadas porque, quando elas abrem o Litelink, elas acabam tendo seu dispositivo invadido por vírus. Alguns deles servem para permitir que os criminosos até mesmo cheguem a senhas, inclusive as de banco.

Porém, mesmo quem não usa sites bancários pode ser prejudicado porque, por meio dos vírus que o Litelink distribui, é possível que terceiros vejam informações pessoais, como fotos, senhas de redes sociais, correspondência eletrônica e outros.

É por causa disso que a recomendação é não confiar no Litelink e nem em sites que apresentem indícios de que são falsos. O ideal é que quem está procurando por trabalho se atenha aos sites especializados ou até aos grupos que se dedicam a divulgar as oportunidades, mas que fiquem longe desses supostos sites.

Para quem acabou abrindo o Litelink e se prejudicou com o ataque hacker, infelizmente, o Facebook não se responsabiliza, apesar de ser sua responsabilidade sim retirar do ar ameaças que estejam na rede social.

 

Perguntas frequentes

 

Posso perder dinheiro quando acesso ao Litelink?

Sim. Se os hackers usarem os vírus contidos no Litelink para abrir seu aplicativo bancário, é possível que eles façam transferências em seu nome ou, para roubar de maneira mais rápida, façam PIX. Por isso, é extremamente importante evitar o Litelink e sites semelhantes.

 

É possível encontrar o IP do site Litelink?

Se isso for feito, é claro que fica mais fácil localizar também os responsáveis pelos vários vírus e golpes que acontecem no Facebook. Entretanto, as pessoas que criaram o Litelink, provavelmente, usam um esquema para que o IP não possa ser visto.

 

Há vagas de emprego sérias no Facebook?

Sim, o Facebook tem uma ferramenta própria de avisos de emprego, além dos seus grupos.

Comments (0 comment(s))